O Blogue das Bibliotecas Escolares / Centro de Recursos Educativos do Agrupamento de Escolas Alfredo da Silva surge com o objetivo de manter informada toda a comunidade educativa sobre os recursos que se vão adquirindo, as atividades que se realizam e outros assuntos considerados de interesse.
Lançamos, desde já, um desafio aos nossos visitantes no sentido de nos fazerem chegar as críticas e as sugestões que considerem pertinentes para que possamos melhorar este serviço indo ao encontro das expetativas e interesses de todos.


terça-feira, junho 09, 2020

Diário de Quarentena


Segunda-feira, dia 13 de abril – Trinta dias de confinamento que já passaram, e eu, fechado em casa sem poder sair por motivo algum. Com os meus pais em teletrabalho e os meus  irmãos mais novos também em casa, a única pessoa que sai de casa é a minha mãe, que no fim de semana vai
fazer as compras para a semana toda, sempre protegida com máscara e luvas.
     O meu dia a dia é o mesmo de quase todos os jovens da minha idade nesta quarentena: dormir, comer, jogar consola, ler um livro de vez em quando, ver televisão e fazer exercício. Durante este período de confinamento tenho aproveitado para pôr as séries em dia, mas também tenho aproveitado para fazer mais exercício físico, todos os dias, de manhã e de tarde, realizo um plano de treino criado por mim para me manter em forma.
     Soube agora que as aulas online vão começar daqui a uma semana, e ainda bem, ao menos tenho algo para fazer. Sinto que me tiraram um mês de vida, não tenho nada produtivo para fazer e já estou um pouco farto de ver as mesmas caras e fazer as mesmas coisas todos os dias. A pior parte é saber que ainda não se sabe quando é que tudo vai voltar ao “normal”.
     Para dizer a verdade, penso que não voltaremos ao normal assim tão brevemente e acredito que, infelizmente, muitas pessoas não voltarão ao normal. Mas também penso que esta pandemia nos mostrou que nós, seres humanos, somos muito pequenos neste mundo e ensinou-nos a não consumir em excesso, a comprar apenas o essencial e a adaptarmo-nos a outras circunstâncias.

 Segunda-feira, dia 20 de abril – Mais uma semana desde a última vez que escrevi e sinto-me cada vez mais como um animal dentro de uma jaula. Tenho saído de casa apenas para ir passear o meu cão e para ir correr. Acredito que me faz bem apanhar um pouco de ar e sair deste ambiente fechado.
     As aulas online começaram hoje e, para ser sincero, até gostei, ao menos tenho alguma coisa para fazer, para não estar sempre a dormir, a jogar e a comer, como diz a minha mãe.
     Sexta-feira, dia 24 de abril – Esta primeira semana de aulas online tem sido interessante, alguns professores têm dado a matéria enviando os conteúdos em PowerPoint e as aulas síncronas ficam para tirar dúvidas acerca dos mesmos. Outros professores optam por dar a matéria durante as aulas síncronas e aproveitam as aulas assíncronas para mandar trabalhos de consolidação da matéria. Como há um dia em que tenho apenas aulas assíncronas, aproveito para realizar os trabalhos enviados pelos professores.
     Enquanto na escola os trabalhos propostos pelos professores eram feitos em conjunto com a turma, neste método online é diferente, temos de os fazer sozinhos e a avaliação não se baseia maioritariamente nos testes escritos, mas sim na participação em aula e nos trabalhos realizados e por esse motivo eu penso que, de certa maneira, este método de ensino é mais eficaz.

Tomás


Sem comentários:

Enviar um comentário