O Blogue das Bibliotecas Escolares / Centro de Recursos Educativos do Agrupamento de Escolas Alfredo da Silva surge com o objetivo de manter informada toda a comunidade educativa sobre os recursos que se vão adquirindo, as atividades que se realizam e outros assuntos considerados de interesse.
Lançamos, desde já, um desafio aos nossos visitantes no sentido de nos fazerem chegar as críticas e as sugestões que considerem pertinentes para que possamos melhorar este serviço indo ao encontro das expetativas e interesses de todos.


terça-feira, junho 23, 2020

Diário de quarentena


Quinta-feira, 30 de abril de 2020
Olá de novo!
Bem, da última vez que escrevi desejei que a próxima fosse para trazer boas notícias, e assim o é. Hoje, dia 30 de abril, o nosso primeiro ministro, António Costa, veio anunciar algo que deu uma certa esperança à maioria dos portugueses. Sim, é verdade, vamos poder voltar a sair de casa, porém com restrições, que a meu ver são mais do que necessárias.
A partir do dia 4 de maio a economia começará a dar pequenos passos para, posteriormente, conseguir reerguer-se, porque, sem a sobrevivência desta, também a da nossa casa pouco tempo terá. Este processo da reabertura da economia está dividido em 3 fases, com as datas de 4 de maio, a qual já referi anteriormente, 18 de maio e 1 junho, e, entre estes dias, serão feitas avaliações para apurar se cada fase pode ser alcançada, ou se é necessário dar um passo atrás. Eu pessoalmente sinto um certo sentimento de respeito e consideração pelos líderes portugueses que têm tomado este tipo de decisões, porque, observando os outros países, Portugal tem sido um exemplo, tanto nas medidas tomadas como no comportamento dos cidadãos e acho que isso é algo que se deve louvar.
Neste momento, toda a gente a nível mundial tem de perceber que não existem lados, nem existe razão, porque o nosso objetivo é o mesmo: voltar a abraçar os nossos amigos e familiares. É podermos estar na rua sem termos de estar preocupados com o que a pessoa ao nosso lado possa ter, é podermos voltar a ir a festas e convívios sem medo do que nos pode acontecer nos dias seguintes, é podermos voltar a viver e, para isso, todas as pessoas têm que se unir e pensar no próximo, porque toda a gente é importante.

Iara 
Padlet Profª Regina 

Sem comentários:

Enviar um comentário