O Blogue das Bibliotecas Escolares / Centro de Recursos Educativos do Agrupamento de Escolas Alfredo da Silva surge com o objetivo de manter informada toda a comunidade educativa sobre os recursos que se vão adquirindo, as atividades que se realizam e outros assuntos considerados de interesse.
Lançamos, desde já, um desafio aos nossos visitantes no sentido de nos fazerem chegar as críticas e as sugestões que considerem pertinentes para que possamos melhorar este serviço indo ao encontro das expetativas e interesses de todos.


segunda-feira, janeiro 24, 2011

Escritor do mês de Janeiro - Anne Frank

No próximo dia 27 de Janeiro comemora-se o dia do Holocausto (extermínio de milhões de pessoas consideradas indesejadas pelo regime nazi alemão). No âmbito desta comemoração o Centro de Recursos Educativos sugere para escritor do mês de Janeiro: Anne Frank.


Anne Frank nasceu na Alemanha, em Frankfurt, no dia 12 de Junho de 1929, filha de Otto Frank e Edith Hollander.

Em 1933, com a subida ao poder de Adolf Hitler, a família Frank decidiu mudar-se para Amesterdão, na Holanda.
Apesar da existência de um número considerável de membros do partido nazi, os judeus eram bem tratados na Holanda. Os Frank sentiam- se seguros juntamente com os seus vizinhos judeus.



A situação, no entanto, mudou em 1940. Anne escreveu no seu diário:

"Depois de Maio de 1940 os bons tempos foram poucos e muito espaçados: primeiro veio a guerra, depois a capitulação e, em seguida, a chegada dos alemães. Foi então que começaram os problemas para os judeus. A nossa liberdade foi seriamente restringida com uma série de decretos anti-semitas: os judeus deveriam usar uma estrela amarela; os judeus eram proibidos de andar nos autcarros; os judeus deveriam fazer as compras entre as três e as cinco horas da tarde; os judeus só deveriam frequentar barbearias e salões de beleza de proprietários judeus; os judeus eram proibidos de sair às ruas entre as oito da noite e as seis da manhã; os judeus eram proibidos de comparecer em teatros, cinemas ou qualquer outra forma de diversão; os judeus eram proibidos de frequentar piscinas, campos de ténis, campos de hóquei ou qualquer outro campo de atletismo (…) etc.” .




No dia 12 de Junho de 1942,  dia do seu aniversário, Anne recebeu como presente um diário, revestido de tecido axadrezado vermelho e verde, com um fecho simples e sem chave.





Um mês após o seu aniversário, a família Frank mudou-se para o anexo secreto onde Anne escreveu grande parte do seu diário.




 A 4 de Agosto de 1944 o anexo secreto foi invadido de surpresa pela policia nazi que prendeu os Frank e os restantes refugiados que se encontravam a viver com a família de Anne. 



Depois de uma breve passagem pelo campo   de
concentração de Auschwitz, na Polónia,  Anne foi transferida, com a sua irmã Margot, para o campo de Bergen Belsen, na Alemanha, onde viria a morrer, vítima de tifo, no final de Fevereiro, principio de Março de 1945. Dois meses antes do campo ser libertado pelas tropas inglesas.

Otto Frank foi o único membro da família que sobreviveu aos campos de concentração e extermínio  nazis, tendo regressado à Holanda.
Em Julho de 1945, Miep Gies entregou a Otto Frank o diário que Anne  tinha escrito e que ela encontrou espalhado pelo chão do anexo secreto após a prisão da família Frank.
O diário foi publicado pela primeira vez em 1947. O sucesso foi enorme, tendo sido traduzido para diversas línguas e vendido mais de trinta milhões de exemplares em todo o mundo.




O Diário de Anne Frank é um dos livros que podes encontrar no Centro de Recursos Educativos relacionados com o Holocausto .

Outros títulos disponíveis no CRE onde esta temática é abordada:


O rapaz do pijama às riscas de John Boyne ;

O mundo em que vivi de Ilse Losa ;

Aristides de Sousa Mendes – Herói do Holocausto de José Ruy;    


Contai aos vossos filhos de Stéphane Bruchfeld e Paul A. Levine;


Uma história para hoje - Anne Frank, edição Anne Frank House;


O mundo de Anne Frank, edição Anne Frank House.

Temos, também, disponível o filme:

O Pianista

Sem comentários:

Enviar um comentário