O Blogue das Bibliotecas Escolares / Centro de Recursos Educativos do Agrupamento de Escolas Alfredo da Silva surge com o objetivo de manter informada toda a comunidade educativa sobre os recursos que se vão adquirindo, as atividades que se realizam e outros assuntos considerados de interesse.
Lançamos, desde já, um desafio aos nossos visitantes no sentido de nos fazerem chegar as críticas e as sugestões que considerem pertinentes para que possamos melhorar este serviço indo ao encontro das expetativas e interesses de todos.


quinta-feira, março 25, 2010

Curiosidades sobre a Páscoa




A Páscoa é uma festa cristã que celebra a ressurreição de Jesus Cristo. É o dia santo mais importante para os cristãos.
Muitos dos costumes ligados ao período pascal têm origem nos festivais pagãos da Primavera. Outros vêm da celebração do Pessach, ou Passover, a Páscoa judaica.
No português, como em muitas outras línguas, a palavra Páscoa tem origem no hebraico Pessach. Os espanhóis chamam a festa de Pascua, os italianos de Pasqua e os franceses de Pâques.
Tradicionalmente, a festa da Páscoa está associada ao chocolate, aos ovos e à imagem do coelho. Vejamos algumas curiosidades relacionadas com estes símbolos pascais.
Como surgiu o chocolate?
Theobroma, é o nome dado pelos gregos ao alimento dos deuses, o chocolate. Theobroma cacao é o nome científico do chocolate. Quem o baptizou assim foi o botânico sueco Linneu, em 1753.
Mas, foi com os Maias e os Aztecas que tudo começou. 
O chocolate, tal como o ouro, eram considerados sagrados por essas duas civilizações.
 Os Aztecas chegaram a usá-lo como moeda.
O chocolate chegou à Europa por volta do século XVI, tornando, rapidamente popular a mistura de sementes de cacau torradas e trituradas, com água, mel e farinha. Será de referir que o chocolate foi consumido, em grande parte da sua história, apenas como uma bebida.
Em meados do século XVI, acreditava-se que, além de possuir poderes afrodisíacos, o chocolate dava poder e vigor aos que o bebiam. Por isso, era reservado apenas aos governantes e soldados.
Com o século XX os bombons e os ovos de Páscoa são criados, como mais uma forma de promover o consumo do chocolate no mundo inteiro. É tradicionalmente um presente recheado de significados. É um alimento não só gostoso, como altamente nutritivo. É um rico complemento e repositor de energia.
Como surgiram o coelho e os ovos de chocolate?
A lenda conta que uma mulher pobre coloriu alguns ovos e escondeu-os num ninho para dar aos seus filhos como presente da Páscoa. Quando as crianças descobriram o ninho, um grande coelho passou a correr. Espalhou-se, então, a história que o coelho tinha trazido os ovos.
A tradição do coelho da Páscoa foi levada para a América por imigrantes alemães em meados de 1700. O “coelhinho” visitava as crianças, escondendo os ovos coloridos que elas teriam de encontrar na manhã de Páscoa.
Por que razão a Páscoa nunca calha no mesmo dia do ano?
O dia da Páscoa é o primeiro domingo, depois da Lua Cheia, que ocorre no dia (ou depois de) 21 Março (a data do Equinócio). Entretanto, a data da Lua Cheia não é a real, mas a definida nas Tabelas Eclesiásticas (a igreja, para obter consistência na data da Páscoa decidiu, no Conselho de Nicea em 325 d.C, relacionar a Páscoa com uma Lua imaginária - conhecida como a "Lua eclesiástica").
A Quarta-Feira de Cinzas ocorre 46 dias antes da Páscoa e, portanto, a Terça-Feira de Carnaval ocorre 47 dias antes da Páscoa. Este é o período da Quaresma, que começa na quarta-feira de cinzas.
Com esta definição, a data da Páscoa pode ser determinada sem grande conhecimento astronómico. Mas a sequência de datas varia de ano para ano, sendo no mínimo em 22 de Março e no máximo em 24 de Abril, transformando a Páscoa numa festa "móvel".
Boas férias da Páscoa.

Sem comentários:

Enviar um comentário